O RH ágil é resultado de um mercado cada vez mais dinâmico e que exige uma capacidade rápida de resposta às suas constantes transformações.

Isso porque, a agilidade atualmente é uma demanda de praticamente todos os setores. Principalmente em um cenário dadas as rápidas mutações do contexto mercadológico e a necessidade de adaptar-se a abordagens cada vez mais competitivas.

No centro desse contexto, o setor de Recursos Humanos desempenha um papel fundamental, já que lida diretamente com pessoas e seus papéis enquanto protagonistas dessas mudanças.

A ideia de “agilidade” no trabalho diz respeito aos métodos e processos alinhados à necessidade constante de adaptação imposta pelo mercado moderno. O conceito surgiu a partir do Manifesto Ágil, lançado em 2001 para o segmento tecnológico, e passou a ganhar relevância em praticamente todas as áreas desde então.

Em poucas palavras, a metodologia ágil visa transformar os meios de gestão. Assim, de forma que qualquer projeto seja desenvolvido de maneira mais flexível, ela é focada em suas reais finalidades, visando uma entrega mais assertiva e célere.

Ao contrário dos métodos tradicionais, em que as etapas eram fechadas, interdependentes e nada maleáveis, a abordagem ágil preza por ciclos de trabalho mais orgânicos, com melhorias e correções imediatas. Além disso, conta com equipes multidisciplinares que atuam em tarefas específicas, divididas em pequenos ciclos.

Mas, como a crescente exigência por agilidade impacta as empresas contemporâneas? E qual o papel do RH ágil nesse cenário?

Entenda melhor o conceito e suas diferenças das abordagens tradicionais, seus principais benefícios e melhores dicas para sua implementação!

O que é RH ágil e como ele se difere do modelo tradicional?

Assim como o supracitado Manifesto Ágil mudou o contexto tecnológico, que rapidamente influenciou outros setores do mercado, a área de Recursos Humanos também criou seus próprios parâmetros para atuar sob essa perspectiva.

Lançado em 2019, o Manifesto Ágil do RH sintetiza as transformações e valores que devem nortear a atuação do ramo dentro das empresas. Suas premissas são:

  • Redes colaborativas mais do que estruturas hierárquicas;
  • Transparência mais do que sigilo;
  • Adaptabilidade mais do que prescrição;
  • Inspirar e comprometer-se mais do que gerenciar e reter;
  • Motivação intrínseca mais do que recompensas extrínsecas;
  • Ambição mais do que obrigação.

Resumidamente, o RH ágil é aquele que atua de maneira mais estratégica e focada nas pessoas que compõem determinado negócio. No lugar de funções burocráticas e tarefas meramente operacionais, o setor deve atuar com uma visão mais ampla, que realmente impacte as decisões da empresa.

Ou seja, a finalidade é desenvolver talentos e capacitar colaboradores com base nas suas realidades pessoais e profissionais. Assim, é possível que se tornem mais aptos para contribuir com o todo, sempre de maneira mais assertiva, dinâmica e positiva.  

Para que você entenda melhor como o RH ágil se difere do tradicional, confira quais são os seus impactos sobre determinados processos inerentes ao segmento:

Recrutamento

Antigamente, os Recursos Humanos só se preocupavam com os processos de recrutamento quando havia uma vaga disponível na empresa.

Agora, no RH ágil, o foco em atrair os melhores talentos é contínuo, refletido em cuidados com o employer branding da organização — que diz respeito à sua reputação enquanto um bom local para trabalhar e suas propostas de valor para novos profissionais.

Treinamento e desenvolvimento

Nos processos tradicionais de treinamento e desenvolvimento, a ideia era apenas qualificar os colaboradores para que se tornassem aptos a desenvolver determinada função.

Isso significa que, antigamente, o máximo potencial dos indivíduos não era explorado, apenas trabalhado para que servisse a determinados objetivos.

Ao contrário dessa ideia, o RH ágil visa um ambiente constante de desenvolvimento. Dessa forma, cada colaborador pode crescer e evoluir independentemente do seu segmento de atuação.

O resultado são pessoas mais engajadas com a empresa, satisfeitas em sua realidade profissional e aptas para contribuir da melhor maneira possível com as estratégias internas, inclusive com visões mais abrangentes e que fogem do “lugar comum”.

Projeção de carreira

A visão do RH tradicional é que cada cargo deve ser definido de maneira estrita e que os caminhos para o crescimento na carreira sigam uma lógica predeterminada pela organização.

Com os insumos que o RH ágil proporciona para que cada profissional cresça e evolua, a ideia é que os colaboradores ampliem sua base de conhecimentos e atuem de maneira multidisciplinar.

Ou seja, no lugar de funções engessadas e de um crescimento limitado, o incentivo é para que as pessoas possam transitar entre as áreas em que se sintam mais aptas. Assim, são capazes de promover inovações nos setores em que atuam, crescendo conforme seus conhecimentos se moldam às novas demandas do mercado.

Gestão de talentos

Na perspectiva de gestão de talentos, o RH tradicional é aquele que lida com todo o processo de atração, seleção, desenvolvimento e avaliação dos colaboradores.

Assim como mencionamos no tópico anterior, a lógica do RH ágil é que cada profissional seja apto a guiar seu próprio crescimento. 

Por meio de uma visão mais coletiva, as pessoas têm um papel ativo quanto ao gerenciamento de seus próprios talentos. Assim como, os gestores podem atuar de maneira mais próxima junto aos esforços de captação, desenvolvimento e mensuração, tendo como base as demandas gerais e específicas de seu cotidiano no negócio.

Por que o RH ágil impacta positivamente as empresas?

Com base em todos os aspectos mencionados anteriormente, é fácil perceber como o RH ágil é capaz de impactar positivamente as empresas e transformar sua relação com os colaboradores!

Entre os principais benefícios do conceito para as organizações, destacam-se:

Garanta conhecimentos mais amplos aos colaboradores

Ao promover o desenvolvimento e a qualificação contínua de suas equipes, o RH ágil garante profissionais com visões mais amplas, assertivas e abrangentes. Isso proporciona mais inovação à empresa e também maior engajamento dos profissionais.

Promova uma troca positiva de conhecimento e visões

No RH ágil, a ideia é que todos contribuam mutuamente para o desenvolvimento próprio e coletivo. Dessa maneira, novas visões são contempladas, conhecimentos são passados  adiante e, consequentemente, as decisões são focadas em aspectos comuns.

Preserve e incentive o bem-estar dos profissionais

Ao desenvolver os conhecimentos, a autonomia e a capacidade de troca dos colaboradores, o RH ágil aumenta sua importância na organização. Isso promove uma maior valorização e satisfação profissional. 

Além disso, tarefas repetitivas, cobranças excessivas e demandas desalinhadas com a realidade deixam de existir. Logo, garantem mais bem-estar no dia a dia laboral, que também favorece a produtividade.

Incentive o desenvolvimento dos indivíduos

A partir de todos os pontos mencionados até aqui, é possível concluir que o RH ágil atua em prol do desenvolvimento humano e profissional dos colaboradores

Portanto, é possível que os colaboradores entendam seu valor e responsabilidades, tenham uma visão clara de sua jornada na empresa, ampliem suas capacidades. Assim como tenham vontade de fazer mais e cresçam de acordo com os ideais que compartilham com o negócio.  

Como implementar o RH ágil em uma organização?

Com as principais características e vantagens do RH ágil em mente, é hora de conhecer os melhores meios para a sua implementação!

Lembre-se de que não existe uma fórmula pronta para aderir ao conceito. Isso exige uma transformação profunda nas formas com que os colaboradores se relacionam, com que as funções são delimitadas e como a cultura organizacional é difundida.

Alguns cuidados básicos podem lhe auxiliar a aderir ao RH ágil de maneira eficiente e assertiva. São eles:

1.   Promova uma mudança de mentalidade

O RH ágil muda profundamente os meios com que os profissionais atuam dentro da empresa e também a forma com que a organização percebe o desempenho dos mesmos. 

Portanto, o primeiro passo para que ele seja efetivo é mudar a abordagem do RH e alinhar o mindset de todos em prol de seus novos parâmetros.

2.   Engaje as lideranças

Todavia, não adianta alterar o mindset do RH se as lideranças não seguirem essa nova mentalidade. 

Quando os gestores e tomadores de decisão compram essa ideia, a adoção da nova cultura organizacional se torna mais natural e passa por menos resistência entre os demais setores.

3.   Entenda a utilidade da metodologia ágil

Antes mesmo de começar a implementação do RH ágil, é importante compreender como ele será útil na empresa. Ou seja, é preciso conhecer suas práticas, técnicas e meios de agregar valor. 

Além de pesquisar e qualificar-se sobre o assunto, uma boa alternativa é consultar organizações que já o utilizam ou até mesmo colaboradores que tenham familiaridade com o tema.

4.   Faça uma avaliação e planejamento

Depois de entender como o RH ágil pode ser aplicado no negócio, é preciso planejar como ele será implementado. 

Para isso, avalie a realidade de sua equipe, os recursos já disponíveis na empresa, como eles poderão ser úteis e quais as demandas de capacitação e aprimoramento necessários para seus times e estruturas.

5.   Crie e persiga metas

Como é de se imaginar, o RH ágil não pode e nem deve ser operacionalizado de uma hora para a outra. O objetivo é que sua adoção seja feita aos poucos, mas de maneira constante. 

Para guiar esse caminho até que o conceito esteja sólido na empresa, o ideal é criar metas relacionadas a ele. Em poucas palavras, para saber o que deve ser alcançado, sua equipe precisa ter clareza quanto ao que precisa perseguir.

6.   Comece pelo recrutamento

No processo de planejar a adoção do RH ágil e acompanhar suas metas de implementação, é preciso dar prioridade ao recrutamento. Afinal, recrutar é o primeiro passo para garantir uma equipe qualificada e alinhada aos seus objetivos. 

Portanto, o ideal é buscar por meios que acelerem esse processo e o viabilizem da melhor maneira possível, para que os novos colaboradores já guiem sua atuação com base na perspectiva de agilidade.

7.   Realize avaliações de desempenho

Para garantir que o desempenho do RH ágil atinja os resultados esperados, é fundamental tirar todos os envolvidos de suas zonas de conforto

Para que isso seja feito com transparência e dentro dos objetivos pretendidos, o ideal é que avaliações sejam feitas de maneira periódica e constante.

8.   Descentralize responsabilidades

Certifique-se de que todos estão engajados em prol do sucesso da organização e do RH ágil. Portanto, evite centralizar todas as responsabilidades em poucos gestores.

O ideal é determinar quais são as lideranças da empresa e engajá-las para que consigam disseminar o conceito de forma mais próxima nas áreas em que atuam.

9.   Inclua toda a equipe

Até mesmo aqueles que não são líderes precisam atuar para viabilizar o RH ágil. Por isso, todos devem ser devidamente capacitados sob a nova lógica de organização e compreender sua importância. 

Assim, sempre que alguém realizar uma tarefa de forma mais rápida e com excelência, os resultados serão refletidos no ambiente ágil como um todo.

10.  Garanta que o aprendizado seja contínuo

Por fim, não basta que o RH ágil seja implementado e permaneça sempre sob uma única lógica de operacionalização. Sua ideia é justamente garantir que as empresas tenham respostas rápidas às constantes transformações do mercado. 

Logo, todos os profissionais devem estar sob constante evolução, qualificando-se, compartilhando experiências e compreendendo quais caminhos devem trilhar para se alinharem às novas e crescentes demandas do negócio e do cenário competitivo.

Toda a sua empresa pode ser beneficiada pelo dinamismo garantido no RH ágil!

Isso porque, por meio dele, é possível valorizar ainda mais os colaboradores, viabilizar a inovação, além de otimizar tempo e também os recursos mais valiosos da organização. O resultado são profissionais mais satisfeitos, engajados e produtivos, assim como processos mais céleres, flexíveis e focados em objetivos realmente sólidos.

Que tal implementar o RH ágil com mais facilidade e sucesso no seu negócio?

Com o Ahgora Analytics, você garante uma atuação mais estratégica para os Recursos Humanos! Tudo isso a partir de informações precisas, relevantes e em tempo real sobre os seus times.

Por meio da geração e gestão automática de dados, o RH pode realmente focar nas pessoas, que são o maior ativo de sua empresa!

Quer saber mais sobre a tecnologia e como ela favorece o seu RH ágil? Então acesse o link e confira os principais detalhes sobre nossa solução. 

Compartilhe

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *