A avaliação de desempenho por competências é uma prática de suma importância para ampliar a performance das empresas e de seus colaboradores.

Seu objetivo é analisar as competências e aptidões dos profissionais, levando em consideração suas habilidades técnicas, comportamentais e gerenciais.

Com isso, tanto os colaboradores quanto a própria organização podem compreender quais competências já agregam valor para o negócio. Além disso, podem observar aquelas que precisam ser aprimoradas ou mesmo adquiridas.

Ou seja, a avaliação de desempenho por competências serve para reforçar as capacidades que já existem na empresa e identificar aquelas que são necessárias e que precisam ser atribuídas aos times de colaboradores.

Assim, com uma visão completa a respeito do perfil do quadro de funcionários, a prática corrige gargalos e estabelece os melhores caminhos para que os profissionais possam ampliar suas habilidades e conhecimentos. Dessa forma, contribui para a evolução profissional e contribui ainda mais para que a organização atinja seus objetivos no mercado!

Quer saber mais sobre a avaliação de desempenho por competências e como ela pode ser útil para o seu negócio? A seguir, confira os principais pontos que devem ser levados em consideração para a sua aplicação. Veja também as etapas que você precisa seguir, além dos benefícios mais marcantes proporcionados pela técnica.

Como aplicar a avaliação de desempenho por competências no dia a dia?

Antes de aplicar a avaliação de desempenho por competências, algumas etapas precisam ser bem definidas, como:

  • O tipo de metodologia utilizada;
  • As habilidades que a empresa julga relevantes;
  • Os períodos de avaliação, e assim por diante.

Para que você não erre na hora de avaliar os seus colaboradores, elencamos os principais pontos que precisam ser considerados. Acompanhe:

Defina a metodologia de avaliação

Antes de tudo, você precisa estabelecer qual será o método de avaliação de desempenho por competências empregado pela sua empresa. Os mais utilizados incluem:

  • Avaliação 45º: em que o desempenho individual dos funcionários é avaliado durante um período pré-definido, mas apenas por um superior responsável na hierarquia da empresa. Ou seja, nessa metodologia, não há participação ativa dos profissionais sob avaliação;
  • Avaliação 90º: onde os profissionais podem promover uma auto avaliação de suas competências, ao mesmo tempo em que são avaliados pelas lideranças. O resultado consiste em um consenso entre as respostas dos superiores e dos próprios colaboradores;
  • Avaliação 360º: em que as aptidões e pontos passíveis de melhorias dos colaboradores são avaliados de maneira ainda mais completa, com avaliadores entre os líderes, colaboradores, colegas de trabalho, gerentes, clientes e fornecedores.

Determine as competências necessárias

Definida a metodologia, você precisa determinar quais serão as competências avaliadas entre seus colaboradores. Ou seja, quais habilidades deverão ser medidas e aprimoradas em prol do desenvolvimento dos profissionais e da empresa.

Como mencionamos na introdução, essas competências podem ser técnicas, comportamentais e gerenciais. As técnicas dizem respeito aos conhecimentos e capacidades ligadas ao próprio cargo profissional, enquanto as comportamentais indicam as habilidades interpessoais do indivíduo e as de gestão sua capacidade de tomar decisões, gerir funções e de liderança.

Estipule o período de avaliações

Depois de escolher os modelos e as competências que darão base para a avaliação de desempenho por competências, você precisa definir qual será a periodicidade que ela será feita. Ela pode ser anual, semestral, mensal ou até semanal, de acordo com a sua demanda.

Avalie o domínio das competências

Na fase de avaliação, é hora de realizar tudo aquilo que foi definido anteriormente. Ou seja, as competências que você estabeleceu precisam ser avaliadas.

Isso significa que, nas avaliações técnicas, você precisa considerar as habilidades e o know how ligados às funções dos colaboradores. Nas comportamentais são determinados seus valores, comportamentos e relações, por sua vez nas gerenciais é a sua capacidade de liderança e gestão.  

Identifique possíveis melhorias

Por fim, em posse dos resultados da avaliação de desempenho por competências, a organização pode definir como serão feitos os feedbacks com os colaboradores, se mudanças serão necessárias para aprimorar suas habilidades e quais gargalos precisam ser corrigidos.

A seguir, confira mais detalhes sobre as etapas para realizar a prática com excelência em sua empresa!  

Como desenvolver a avaliação de desempenho por competências?

Para desenvolver a avaliação de desempenho por competências, procure seguir os seguintes passos:

Realize testes

A fim de definir qual é a situação atual dos conhecimentos técnicos e teóricos da sua equipe, procure fazer testes ocasionais ligados às habilidades dos profissionais, adotando o formato de “laboratório”.

Incentive a auto avaliação

Entre os testes realizados, encaminhe também questionários de auto avaliação. Assim, os colaboradores evidenciam a própria percepção sobre suas habilidades, dando mais insumos para que a empresa os avaliem.

Organize metas

Para compreender o que você precisa analisar em suas avaliações, tenha bem definidas quais são as suas metas de curto, médio e longo prazo. Esses objetivos devem ser relacionados às técnicas exigidas para cada função e também vislumbrar a percepção macro da organização, em suas tarefas interpessoais.

Mapeie gargalos

Com metas e competências bem definidas, os testes e as auto avaliações fornecerão informações valiosas para que sua empresa identifique falhas e pontos passíveis de melhorias. Tenha eles bem registrados, para que guiem os objetivos e ações futuras.

Defina prioridades

Com os gargalos definidos, defina quais serão as prioridades para o aperfeiçoamento dos profissionais. Elas poderão ser individuais, voltadas para determinados setores ou para a empresa inteira. 

O ideal é estabelecer o que é fundamental para que os talentos se desenvolvam em prol do sucesso da organização.

Acompanhe e registre

Tanto nas avaliações, quanto nas ações de desenvolvimento, certifique-se de que tudo é devidamente acompanhado e registrado. Assim, você compreenderá se os objetivos pretendidos estão sendo alcançados, se mudanças são necessárias e se as decisões são assertivas e podem avançar normalmente.

Obtenha feedbacks

Por último, lembre-se de não se limitar apenas aos testes e auto avaliações. O ideal é que os colaboradores transmitam suas percepções uns dos outros e quais pontos acreditam que podem ser melhorados, sempre de maneira aberta e incentivada.

Lembre-se ainda de que tudo deve ser feito de forma transparente e que não passe a imagem de rigor ou competitividade. Ou seja, comunique-se para que todos compreendam o valor coletivo da avaliação de desempenho por competências, para que ela seja vista de maneira positiva e garanta o engajamento de todos.

No item seguinte, saiba mais sobre os benefícios que você pode garantir ao aderir às práticas mencionadas até aqui!

Quais os principais benefícios da avaliação de desempenho por competências?

Com todos os pontos abordados, é fácil perceber como a avaliação de desempenho por competências pode ser valiosa para as empresas. Entre seus benefícios mais marcantes, destacam-se:

  • Contribui para que o negócio identifique novos talentos e melhor desenvolva as competências de seus profissionais;
  • Direciona os treinamentos e aprimoramentos de acordo com as necessidades da organização;
  • Possibilita um melhor nível de avaliação e aprimora a qualidade do banco de talentos;
  • Contribui para o engajamento e alinhamento dos colaboradores em prol dos objetivos da empresa, que podem ser atingidos com mais facilidade;
  • Permite que os profissionais entendam melhor seu desempenho, com base em resultados sólidos e mensuráveis;
  • Amplia a sensação de reconhecimento dos colaboradores em relação à empresa, que preocupa-se com seu valor e desenvolvimento nos cargos;
  • Permite que as ações e investimentos ligados à gestão de pessoas sejam mais assertivos e mais bem direcionados.

Compreender a produtividade das equipes e de suas atividades é fundamental para o sucesso de qualquer negócio.

Por isso, o Ahgora Timesheet oferece a melhor tecnologia de monitoramento na área, capaz de combinar dados, disponibilizar relatórios e classificar atividades para que você identifique gargalos e oportunidades de agir.

Quer a melhor solução de RH para aprimorar sua avaliação de desempenho por competências? Então acesse o link e saiba mais sobre o Ahgora Timesheet! 

Compartilhe

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *