O modelo SaaS conquista cada vez mais espaço, um dos motivos é a economia que esse tipo de software proporciona às empresas. Mesmo assim, ainda existe certa resistência de alguns especialistas da área. Por isso, hoje vamos explicar como essa tecnologia é capaz de beneficiar o setor de Recursos Humanos.

O armazenamento de dados em nuvem, em inglês, Cloud Computing, mudou completamente a maneira como as pessoas se relacionam com seus dados. Agora não é mais necessário ter um servidor físico com dados dos colaboradores. Se antes as empresas dependiam de computadores, agora os dados podem ser enviados para a nuvem.

Então, o modelo SaaS teve grande desenvolvimento ao longo dos últimos anos. Provavelmente você já usou algum tipo de aplicação que segue este conceito, embora muitas vezes não nos demos conta disso. Conforme a tecnologia foi se tornando mais veloz e precisa, estes sistemas mostraram a sua capacidade.

Agora você vai entender os benefícios de usar o modelo SaaS e a tecnologia em nuvem para fazer gestão de ponto, análise de horas extras e outras questões pertinentes do RH. Esse é um conceito que deverá continuar ganhando espaço nos próximos anos. Confira todos os detalhes!

O que é modelo SaaS?

SaaS é a sigla para Software como Serviço, um modelo que permite a conexão de aplicativos por meio do acesso em nuvem. Então, podemos citar como bons exemplos o uso de e-mail, calendário online e ferramentas para gestão de horas extras. Neste caso, não é preciso contar com servidores físicos na empresa.

Desse modo, em alguns casos é necessário fazer o pagamento para usar esse tipo de aplicação, como se fosse uma assinatura. As empresas podem contratar um serviço para que os seus colaboradores possam acessar. Com isso, podem aproveitar um sistema moderno, com a tecnologia SaaS, baseada em Cloud Computing.

No modelo SaaS, toda a infraestrutura de TI fica armazenada em servidores oferecidos pela prestadora do serviço. Assim, o provedor é o responsável por gerenciar hardware e software. Isso traz uma série de vantagens para o negócio, que passa a ter mais segurança ao lidar com as informações.

Normalmente os usuários possuem contas e fazem a conexão por meio da internet. No caso dos e-mails, assim que a conexão é realizada as mensagens são mostradas, não importa se o usuário já havia acessado naquele dispositivo.

O mesmo acontece com os softwares de registro de ponto eletrônico, onde o colaborador pode acessar o sistema com login e senha para registrar sua jornada. E, por outro lado, o RH pode acessar para conferir os dados registrados. Tudo em tempo real!

SaaS x in house

A adesão ao modelo SaaS é muito simples, os custos iniciais em geral são acessíveis, principalmente quando comparados ao modelo in house. Em suma, a primeira opção não exige a instalação de máquinas físicas, enquanto a segunda sim. Para a gestão de pessoas, o uso de softwares específicos é bem mais interessante.

Vale ressaltar também que assim que um sistema SaaS é configurado se torna apto para o uso, não precisa nem de instalação. E, a partir disso, a aplicação pode ser acessada de qualquer lugar, por meio da computação em nuvem. Essa é uma grande vantagem para o RH, que pode ter uma atuação menos engessada.

Outro diferencial do SaaS é a escalabilidade, que permite às empresas aumentar a base de usuários sem a preocupação com hardware ou capacidade dos servidores. Isso sem falar na possibilidade de acessar os dados de qualquer lugar e de qualquer computador. Através de softwares SaaS os colaboradores podem fazer batidas por celulares, por exemplo.

5 benefícios do modelo SaaS para o RH

A computação em nuvem chegou para ficar, as empresas que ainda não adotaram este modelo devem fazer isso nos próximos anos. Por exemplo, uma companhia que possui sede em diferentes países encontra grande dificuldade para acessar dados dos colaboradores. Mas, se as informações estiverem em nuvem, fica bem mais fácil.

SaaS é algo que teve um grande crescimento conforme a tecnologia em nuvem se desenvolveu. Assim, hoje já é possível acessar dados em qualquer lugar do mundo, praticamente no mesmo instante em que a informação foi editada. Confira agora 5 benefícios que o modelo SaaS entrega para o RH.

1.     Redução de custos

Quando o Cloud Computing surgiu, um dos grandes desafios de aplicá-lo na rotina das empresas era enfrentar os altos preços cobrados pelas empresas responsáveis por esses serviços. Afinal, para que o RH possa acessar dados de modo virtual, eles precisam estar registrados em um servidor.

Hoje, com o aumento do número de fornecedores de espaço na nuvem para pessoas físicas e jurídicas, é natural que os custos relacionados a essa atividade tenham reduzido significativamente. Então, isso facilita, muito, a utilização dessa alternativa nas empresas de todos os tamanhos.

Dessa forma, a computação em nuvem traz mais economia para o RH ao oferecer aplicações para as mais diversas atividades da rotina do setor, sem a necessidade de um investimento pesado em infraestrutura de TI.

Basta um investimento mensal – uma espécie de “assinatura” do software – e o custo da implantação da ferramenta para que o time de gestão de pessoas possa se beneficiar do uso desta tecnologia.

2.     Mobilidade e flexibilidade com as informações

Imagine a possibilidade de acessar dados de qualquer lugar do mundo, sem ter que se preocupar com a necessidade de carregar um HD externo ou um computador consigo? É uma excelente opção para empresas que possuem unidades em mais de uma cidade!

Essa mobilidade e flexibilidade de trabalho é oferecida pelo sistema em nuvem, visto que ele pode ser acessado de qualquer lugar com uma conexão com a internet. Então, os gestores de RH garantem muito mais agilidade para o trabalho, podendo acessar informações relacionadas a jornada de trabalho dos colaboradores em qualquer lugar e a qualquer hora. 

O setor de Recursos Humanos passa a ter acesso em tempo real a informações precisas, que ajudam a melhorar a gestão dos negócios. O modelo SaaS no RH é excelente para trazer mais agilidade ao setor, que não fica refém das informações. Afinal, recolher dados em diferentes unidades da empresa levaria muito mais tempo se fosse feito de forma manual.

3.     Segurança das informações

Quando o sistema de armazenamento em nuvem começou a ganhar popularidade, existiam algumas dúvidas. Seja para os mercados particulares e de trabalho, o maior temor era a qualidade da segurança oferecida por este serviço. Acontece que hoje o modelo SaaS é muito mais seguro do que trabalhar com o armazenamento de dados em um sistema físico.

O ideal é contratar uma empresa com expertise, que conta com serviço de criptografia das informações e certificados de segurança. Assim, não é preciso se preocupar! Os sistemas em nuvem são considerados muito mais seguros para dados do que um armazenamento tradicional em computadores e HDs.

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais exige que as empresas tomem cuidado com as informações pessoais dos colaboradores. Então, as empresas que possuem um sistema armazenado em nuvem evitam o vazamento de dados. Em suma, a segurança é muito maior do manter os registros em um servidor próprio.

4.     Manutenções e atualizações

A simples manutenção de um sistema requer um bom tempo de dedicação. Seja para corrigir eventuais bugs ou aperfeiçoar o projeto, é necessário alocar um ou mais profissionais da equipe de TI. Além disso, também é preciso ficar de olho nas mudanças feitas na legislação.

Quando a empresa opta por contratar um software para o registro de ponto deve ter em mente que precisa atualizá-lo a cada mudança na legislação ou novo acordo sindical. Também é imprescindível ressaltar que a falta de atualização pode colocar em risco a segurança jurídica da empresa e abrir brechas para processos trabalhistas.

Uma dica é colocar na ponta do lápis todos os custos que envolvem a contratação de um software especializado. A Ahgora garante um suporte preciso ao Pontoweb, entregando aos clientes atualizações necessárias para que a ferramenta funcione da melhor forma possível.

5.     Armazenamento de dados

O armazenamento de dados dos colaboradores e da empresa é algo que precisa ser pensado com cautela. Existem informações sigilosas, que podem resultar em processos trabalhistas caso sejam vazadas ou ainda perdidas. Por isso, adotar o modelo SaaS no RH é algo que gera mais tranquilidade para o armazenamento de dados.

Em um modelo SaaS, os dados só podem ser conferidos por quem possui as credenciais para isso. Mas, quando a empresa opta por um sistema físico, a invasão pode ser facilitada e colocar em risco a credibilidade do negócio. Aliás, os custos são maiores também.

Em um sistema local, é necessário investir em backup, para que não haja perda de dados em caso de pane ou invasão de terceiros. Ainda é necessário contar com um profissional especialista e em ferramentas de proteção do servidor interno. Então, SaaS é a melhor opção, já que conta com certificados de segurança e traz mais facilidade no uso

Adote o modelo SaaS no RH e torne a gestão mais assertiva

Que tal calcular a redução de custos que a sua empresa teria ao optar pelo modelo SaaS? Com informações disponíveis em apenas alguns cliques o RH consegue trabalhar mais rápido, percebendo custos invisíveis do negócio. Assim, a gestão fica mais assertiva.

O setor de Recursos Humanos tem muito a ganhar com uma boa infraestrutura de TI. Afinal, ter em mãos ferramentas precisas, que entregam resultados verdadeiros e em poucos segundos é o que todos desejam! Após a adoção dos novos sistemas, é só orientar os colaboradores e será possível perceber grandes avanços.

A Ahgora fornece diversas aplicações para modernizar a gestão de RH. Avalie o atual cenário da sua empresa e entre em contato para conhecer nosso sistema. Traga a sua empresa para o futuro, com o que de mais moderno existe em tecnologia para a gestão de pessoas!

Compartilhe

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *