O que é ponto eletrônico? Esse é um modo de registrar o horário de chegada e de saída dos colaboradores em um equipamento próprio para isso. É um conceito que vem sendo desenvolvido desde a década de 1980. Hoje, existem vários modelos benéficos para as empresas.

Qualquer empresa pode usar esse sistema, beneficiando a gestão de pessoas. O setor de Recursos Humanos perde tempo demais quando as anotações são feitas em papel, então é um grande problema na hora de fechar a folha de pagamento. Mas, com o uso dos registros eletrônicos essa situação muda.

O ponto eletrônico traz vantagens para o negócio, o que é ótimo! A relação entre empregador e funcionário fica mais sólida, erros são evitados e o RH consegue trabalhar de modo mais ágil. Conheça agora mais alguns detalhes sobre este sistema.

Afinal, o que é o ponto eletrônico?

O ponto eletrônico é um sistema que permite registrar a jornada de trabalho dos colaboradores. Esse é um dispositivo onde os funcionários fazem suas marcações na hora que chegam e quando saem da empresa. Ou, ainda, fazem isso utilizando formas alternativas quando não trabalham no espaço físico, mas atuam em modelo home office ou externamente. Atualmente existem diversos modelos no mercado.

O relógio de ponto eletrônico é excelente para garantir o cumprimento da lei trabalhista. Ela determina que a jornada de trabalho seja, normalmente, de 44 horas semanais. E tudo fica registrado. Então, com as informações seguras e em mãos, a chance de a empresa sofrer processos trabalhistas é muito menor.

Além disso, se a jornada vai até às 17h e o colaborador fez o registro de saída às 18h, então terá direito a hora extra. Com o ponto eletrônico esse tipo de informação laboral fica registrada e facilita para o RH na hora de fechar a folha de pagamento.

Quando foi criado o ponto eletrônico?

O relógio de ponto começou a ser usado em 1888, nos Estados Unidos. Os primeiros equipamentos foram desenvolvidos para fazer a gestão de trabalho e avaliar o tempo de serviço dos colaboradores. Esse conceito chegou ao Brasil em 1930. Desde então, a tecnologia vem evoluindo constantemente.

Até os anos 80 as empresas faziam o controle somente por meio do livro ponto ou do relógio mecânico. Então, o ponto eletrônico foi desenvolvido no começo daquela década, reconhecido pela Lei 7.855, de 1989. O tema é apresentado no Artigo 41, que diz o seguinte:

“Em todas as atividades será obrigatório para o empregador o registro dos respectivos trabalhadores, podendo ser adotados livros, fichas ou sistema eletrônico, conforme instruções a serem expedidas pelo Ministério do Trabalho.”

Desde então, surgiram diversos modelos de relógios ponto, capazes de fazer os registros das jornadas de trabalho. Contudo, algumas empresas ainda possuem o velho livro ponto, muito mais problemático do que o sistema eletrônico. Isso porque permite falhas humanas, rasuras ou preenchimento uniforme por parte dos colaboradores, trazendo complicações para as empresas.

O que diz a lei sobre esse assunto?

Atualmente a lei determina que empresas com mais de 20 colaboradores façam o registro de ponto. Contudo, acreditamos que é algo benéfico para empresas com 10 ou mais profissionais. Afinal, torna as atividades dos profissionais de RH muito mais assertivas.

A lei não determina a obrigação de realizar os registros de maneira eletrônica ou digital, embora estes sejam sistemas muito mais eficazes do que os registros manuais. Em grandes negócios, com unidades em mais de uma cidade, torna-se quase impossível fazer a gestão com o livro ponto, por exemplo.

Exatamente 20 anos após a criação do relógio eletrônico, o antigo Ministério do Trabalho e Emprego, atual Secretaria do Trabalho, lançou a Portaria 1.510. Assim, foi permitida a adoção do Registrador Eletrônico de Ponto (REP), um equipamento usado exclusivamente para o registro da jornada de trabalho dos colaboradores.

Com isso, foram criadas as diretrizes que deveriam ser seguidas pelas empresas na hora da fabricação do equipamento. Algumas das regras são o armazenamento permanente dos registros, impossibilidade de edições e ainda funcionar sem depender de outros dispositivos, entre outras.

Por que escolher esse sistema para o seu negócio?

Empresas que atingem a eficiência operacional normalmente costumam ter mais lucros no fim do mês. Existe uma série de coisas que precisam ser feitas para chegar neste patamar, não é algo rápido. E fazer uma gestão perfeita de ponto é essencial para isso.

Saber que o ponto eletrônico é uma das melhores ferramentas para empresas é algo básico. Hoje em dia esses sistemas evoluíram, é possível fazer a batida biométrica, dependendo do equipamento. Assim, torna-se impossível fraudar a presença de um colaborador em determinado dia.

Com informações em tempo real é possível tomar decisões antecipadas, impedindo que, por exemplo, um colaborador faça horas extras indevidas, evitando custos desnecessários. Além disso, aqueles que faltam demais ao longo do ano podem sofrer descontos de dias no período de férias.

Em suma, muitas empresas sofrem com custos invisíveis e não conseguem perceber os gargalos. Mas, com registros de ponto precisos, é possível identificar esse tipo de condição. É impensável um negócio não contar com esse sistema hoje em dia.

O que é ponto eletrônico? Como escolher o melhor?

Se a sua empresa ainda não conta com o ponto eletrônico, é necessário repensar a atuação do setor de Recursos Humanos. Aliás, hoje em dia não existem mais apenas os relógios de ponto eletrônico, como também sistemas digitais para o registro de jornada.

A Ahgora, por exemplo, conta com o Pontoweb, uma ferramenta completa para os gestores e para os colaboradores. Esse é um sistema que realiza o registro de ponto, reunindo  marcações feitas no relógio, aplicativo para celular ou mesmo no navegador. E as informações podem ser acessadas em tempo real!

Não basta apenas livrar-se do livro ponto ou mesmo do relógio mecânico, é preciso ir além. Com o Pontoweb é possível ter na palma da mão uma série de informações, com detalhes preciosos sobre a frequência dos colaboradores. Assim, os profissionais do RH, gestores ou liderança podem conferir relatórios em poucos cliques.

A Ahgora tem trabalhado no desenvolvimento de novas aplicações para tornar o sistema cada vez mais interessante. Enfim, não basta saber o que é ponto eletrônico, é preciso contar com esse sistema em seu negócio! O que você tá esperando? Entre em contato agora mesmo e saiba mais!

pontoweb é eficaz para acompanhar a jornada dos colaboradores

Compartilhe

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *