Escolher o melhor sistema de ponto eletrônico é o objetivo de 10 entre 10 RHs. É necessário encontrar um sistema que atenda as principais necessidades da sua empresa, para isso, é importante analisar alguns detalhes. Aliás, hoje alguns são perfeitos, totalmente integrados e acessíveis.

Já se foi aquela época em que o registro de ponto servia apenas para identificar os colaboradores que marcaram presença na empresa. Afinal, hoje em dia eles auxiliam na geração de relatórios precisos, que ajudam na tomada de decisões assertivas. Mas, para isso é importante que o tratamento do ponto seja feito de forma correta e automatizada para evitar possíveis erros humanos.

Porém, se você já conta com um sistema de gestão e registro de ponto, é importante avaliar se ele atende adequadamente às necessidades da sua equipe. Afinal, sua empresa pode estar perdendo dinheiro com os chamados custos invisíveis, que passam despercebidos muitas vezes. Confira a seguir o que precisa ser verificado!

O que é um registrador de ponto eletrônico?

Atualmente existe uma infinidade de marcas e modelos de Registradores de Ponto Eletrônico (REP). Porém, na hora de optar por um relógio ou por um sistema alternativo de registro de ponto, é importante avaliar se o dispositivo atende à demanda da empresa. Além de seguir o que determina a legislação.

Primeiro, questione o fornecedor sobre o produto e sobre os serviços oferecidos. Lembre-se de fazer as perguntas abaixo.

  • A empresa que desenvolveu o sistema é especializada em soluções para RH?
  • Os serviços oferecidos atendem às necessidades dos profissionais de RH da sua empresa?
  • O sistema é simples e interativo?
  • Há limite de chamados para o suporte caso os usuários tenham dúvidas no uso do sistema?
  • Há uma solução específica para o segmento em que a sua empresa atua?

Siga estes passos e você conseguirá escolher o melhor sistema de ponto eletrônico para o seu negócio. Esse é um investimento importante, que ajuda a dar mais credibilidade para as operações laborais. Assim, tudo fica anotado de maneira segura e precisa.

Dicas para escolher o melhor sistema de ponto eletrônico

A internet transformou a nossa vida. Assim, a busca por informações foi facilitada nos últimos anos e, agora, conseguimos facilmente encontrar dados e usar outras ferramentas para nos informarmos sobre os mais variados produtos. Mas, no caso da área de Recursos Humanos, isso serve para encontrar soluções perfeitas ao negócio.

O registro de ponto é algo obrigatório nas empresas que possuem 20 colaboradores ou mais. Por meio destas informações é possível identificar pessoas que estão faltando demais ou que estão fazendo horas extras indevidas. Mas, para isso é necessário ter em mãos o sistema ideal.

Preste atenção ao fazer a aquisição de um relógio físico ou de um ponto digital. Mas, tem alguns fatores que precisam ser levados em consideração. Pesquise sobre os produtos e traga a eficiência operacional para o seu negócio. Então, veja nossas dicas:

Relógio Eletrônico de Ponto

O relógio eletrônico de ponto é um modelo clássico, que existe desde a década de 1980. Assim, existem diversos modelos no mercado, é bom avaliar bem antes de selecionar o seu. Para escolher um equipamento de registro de ponto, avalie:

  • Se o equipamento atende às exigências da portaria 1510 do MTE e/ou do Inmetro, pois isso garante que a sua empresa atue em conformidade com a legislação trabalhista brasileira;
  • Se a biometria utilizada pelo sistema é antifraude. Isso evita transtornos como funcionários registrando a entrada/saída de outros colaboradores por meio de dedos de silicone ou outras técnicas;
  • O tamanho da memória do equipamento, pois isso evita gastos no futuro com aquisição de novos equipamentos;
  • O tempo de garantia dado pelo fornecedor. Isso pode poupar dor de cabeça e gastos com a troca das peças ou compra de novo equipamento;
  • Analise a qualidade do equipamento e não o preço. Ao investir em produtos de qualidade, você evita manutenção e mau funcionamento dos aparelhos;
  • Atualização remota e automática de registros: desta forma não há mais necessidade de pegar manualmente as informações do relógio, pois os dados das batidas de ponto  são enviados em tempo real para o software.

Tudo isso precisa ser avaliado por quem procura escolher o melhor sistema de ponto eletrônico. Desse modo, será possível eliminar opções que não entregam o que é necessário para o seu negócio. Não adianta investir em qualquer produto e não obter bons resultados.

Sistemas Alternativos

Além dos tradicionais relógios físicos, a Portaria 373 permite batidas alternativas, que podem ser realizadas por dispositivos como tablet, smartphone e computador, entre outros. Assim, garante mais agilidade para a gestão. Veja o que precisa ser verificado:

  • Se o equipamento atende às exigências da portaria 373 do MTE, pois isso garante que a sua empresa atue em conformidade com a legislação;
  • Se o sistema é de fácil utilização pelos profissionais e atende adequadamente a demanda da empresa;
  • Entenda se possui comunicação com o software de gestão de ponto, o que permite analisar os registros de batidas em tempo real e emitir relatórios precisos diariamente, se necessário;
  • Se o dispositivo oferece segurança sobre a identificação do funcionário. Inclusive, existem dispositivos que identificam o local do registro da batida de ponto através da geolocalização.

Os sistemas alternativos de ponto são excelentes para as empresas que possuem trabalhadores atuando em home office. Neste caso, eles podem fazer as marcações assim que a jornada começa e quando termina, além dos intervalos. E tudo isso pode ser conferido pelos gestores dentro de pouco tempo.

Software de Gestão de Ponto

Na hora de investir em um software de gestão de ponto não é diferente. Então, é preciso avaliar se, além de atender as necessidades da empresa, o sistema atende aos seguintes pontos:

  • Suporte técnico: opte por um fornecedor que disponibiliza suporte sem limites de chamado, isso fará a sua empresa poupar dinheiro e tempo;
  • Informações em tempo real: esta característica permite analisar diariamente as informações de ponto e gerir as horas trabalhadas das equipes de forma exata, poupando recursos da corporação com horas extras;
  • Fácil emissão de relatórios: permite analisar a saúde da corporação e traçar ações assertivas;
  • Acesso de qualquer lugar: você não fica preso a um espaço físico ou computador.
  • Escalável: um software em nuvem permite aumentar facilmente o número de usuários e o número de colaboradores cadastrados.
  • Atende a legislação brasileira: portarias 1510 e 373 do MTE e a CLT;
  • Segurança das informações: isso pode poupar dor de cabeça com perda de dados ou processos trabalhistas.

O software de gestão de ponto deve ser conectado ao relógio de ponto ou ao sistema alternativo de batidas. Dessa forma, as informações passam a ser avaliadas como relatórios precisos, capazes de contribuir com a tomada de decisões no negócio.

Afinal, como escolher o melhor sistema de ponto eletrônico?

Escolher o melhor sistema de ponto eletrônico é o desejo dos gestores de RH, que precisam investir tempo e cuidado ao analisar os equipamentos disponíveis. Hoje em dia existem aparelhos que possuem tecnologia IoT e armazenamento em nuvem. Assim, entregam dados precisos e em tempo real.

Em um mundo cada vez mais tecnológico, é preciso buscar ferramentas que possam tornar a gestão mais eficaz e ágil. Então, com a geração automática de relatórios fica mais fácil para tomar decisões assertivas. Afinal, os gestores não podem se basear apenas em achismos.

Leve em consideração todas as nossas dicas e certamente será possível encontrar o sistema perfeito para o seu empreendimento. Aliás, aqui na Ahgora desenvolvemos softwares de ponto eletrônico com o objetivo de facilitar a gestão nas empresas. Você conhece o Pontoweb? O sistema é uma plataforma completa para a gestão de colaboradores. Conheça e garanta tudo o que seu negócio precisa!

Compartilhe

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *