Sistemas em nuvem armazenam informações em servidores oferecidos por empresas que trabalham com tecnologia. Esse é um modelo que vem ganhando popularidade nos últimos anos. Ele entrega mais segurança e inclusive facilita o acesso aos dados.

A área de recursos humanos representa um dos principais investimentos dentro das organizações e exige um controle rígido sobre diversos processos. Então, os sistemas de gerenciamento automatizados se tornam aliados importantes no desenvolvimento das tarefas do setor. Existem, por exemplo, sistemas de ponto eletrônico que entregam resultados em tempo real, seguindo este conceito.

Em suma, as planilhas manuais, usadas para atualizar e gerir os dados dos colaboradores, estão sendo substituídas por sistemas em nuvem. Desse modo, estas informações ficam centralizadas em uma única ferramenta e podem ser acessadas de qualquer lugar por meio da internet.

De fato, as inovações tecnológicas estão transformando a gestão das empresas, entregando ferramentas cada vez mais eficientes e menos manuais. A seguir, entenda melhor como a computação em nuvem (Cloud Computing) é benéfica para o RH,  contribuindo para uma operação mais eficaz e flexível.

O que é sistema em nuvem?

O termo “nuvem” é utilizado para se referir aos sistemas e serviços online que permitem acesso remoto por meio de dispositivos conectados à internet. Assim, garante agilidade, simplicidade e eficiência no acesso e na análise de informações. É um conceito que vem ganhando força no mundo inteiro.

O termo computação em nuvem foi usado pela primeira vez em 1997, pelo professor Ramnath Chellappa, em uma palestra acadêmica. Contudo, é um conceito que já existia desde a década de 1950, época em que as máquinas eram caríssimas e a maioria das empresas possuíam apenas uma ou duas.

Naquele período, era possível que usuários em estações conectadas acessassem um computador central de mainframe – uma máquina que processava grandes informações. Esse tipo de tecnologia passou a ser mais popular apenas a partir dos anos 2000. Desde então, vem sendo comercializada.

O sistema em nuvem pode seguir alguns conceitos, como SaaS, PaaS ou IaaS, entre outros. O primeiro deles significa Software como Serviço, entregando um produto completo, executado e gerado pelo provedor de serviços. O Pontoweb, por exemplo, é um bom exemplo de modelo SaaS para o gerenciamento da jornada de trabalho dos colaboradores.

Sistema em nuvem para Recursos Humanos

A área de recursos humanos trabalha com um grande volume de informações. É necessário que façam a gestão de ponto, avaliando os horários de chegadas e de saídas dos colaboradores. Desse modo, os sistemas em nuvem ajudam a tornar mais dinâmica e facilitam a atuação destes profissionais.

Ao adotar o método cloud computing, os profissionais do setor conseguem ter mais agilidade para avaliarem informações. Confira alguns dos benefícios da adoção de um sistema em nuvem para o RH da sua empresa:

1.     Custo-benefício

Os sistemas em nuvem costumam funcionar por meio do modelo de cobrança SaaS. Isto quer dizer que o cliente não paga os elevados custos relacionados à compra, implantação e manutenção dos softwares, mas uma mensalidade para a execução dos serviços.

Além disso, dispensa os investimentos em infraestrutura para a instalação (computadores, servidores, etc.), já que as informações são armazenadas na internet, sem utilizar a estrutura da empresa.

Também os procedimentos de manutenção se tornam menos dispendiosos, uma vez que são de responsabilidade da empresa que fornece o serviço de nuvem. Desse modo, dificilmente os profissionais serão impedidos de realizar alguma atividade na plataforma.

2.     Atualização constante

As aplicações em nuvem são atualizadas automaticamente, contribuindo para a incorporação de melhores práticas nos processos internos da empresa. As atualizações chegam às empresas assim que são disponibilizadas pela desenvolvedora, e contribuem para que estas capturem e absorvam com agilidade as inovações do mercado.

Além disso, quando a legislação trabalhista passa por uma alteração, o software pode ser atualizado. Desse modo, a empresa amplia a segurança jurídica, cumprindo o que determina a Lei e assim evita possíveis processos trabalhistas.

3.     Eficiência dos processos

A utilização de sistemas em nuvem põe fim aos processos manuais, minimizando os erros e eliminando a redundância das atividades. A centralização das informações em um único lugar contribui para a agilidade, simplicidade e riqueza na análise de dados. Além de garantir a credibilidade destes e possibilitar a tomada de decisão de forma eficiente.

A integração dos sistemas e o agrupamento dos dados torna mais fácil o trabalho do profissional de RH. A partir disso, conseguem evitar a realização de tarefas repetitivas e podem responder melhor às demandas empresariais. Aliás, é uma forma de tornar a empresa mais eficiente e atingir a maturidade digital.

4.     Segurança das informações

As informações sobre seus colaboradores são altamente sigilosas dentro de uma organização e podem causar problemas caso não sejam armazenadas com segurança. A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) está em vigor e pune organizações que vazarem informações de seus colaboradores.

Os sistemas em nuvem oferecem uma solução confiável, apresentando altos níveis de segurança da informação e garantindo acesso somente aos profissionais envolvidos no processo. Desse modo, é necessária a apresentação de credenciais para ter acesso a determinadas áreas.

Além disso, a computação em nuvem garante mais transparência à empresa no relacionamento com os funcionários, permitindo que acessem diretamente informações de ponto, holerite, banco de horas, entre outros. Afinal, o profissional sabe que sua jornada laboral ficou registrada corretamente, porque diferente da marcação manual, não há espaço para falhas.

5.     Facilidade de acesso

Em um mundo cada vez mais conectado, a eficiência operacional está diretamente relacionada à rapidez e à qualidade do fluxo de informações. Entretanto, empresas que ainda usam anotações em papel ou trabalham com relógios de ponto comuns podem enfrentar problemas. Hoje em dia existem outras possibilidades para a gestão da jornada de trabalho.

Os sistemas em nuvem permitem o acesso às informações de Recursos Humanos a partir de qualquer lugar com acesso à internet. Assim, o setor se torna mais dinâmico e versátil, podendo acessar  dados e informações de forma remota. Em suma, basta ter um computador, celular ou tablet conectado na web para usar a plataforma.

Sistema em nuvem: garanta essa tecnologia no seu RH

O sistema em nuvem ganhou bastante popularidade conforme a internet foi crescendo. As plataformas de streaming como a Netflix, por exemplo, disponibilizam seu catálogo de filmes por meio do cloud computing. Então, basta que o usuário escolha o que deseja assistir e clique no play.

Diversas áreas podem ser beneficiadas com isso, incluindo o setor de Recursos Humanos. Por meio da computação em nuvem dá para ter acesso a dados de diferentes filiais de uma empresa, por exemplo, em poucos cliques. Essa é uma das melhores maneiras de trabalhar com a gestão de ponto.

Aliás, você já utiliza um sistema em nuvem para o RH da sua organização? Se a resposta for negativa, não perca mais tempo! Esse é um conceito que pode trazer uma série de vantagens ao seu negócio, conheça o Pontoweb agora mesmo!

Compartilhe

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *