Home office e produtividade são dois termos que vêm sendo debatidos cada vez mais. Isso porque, quando ocorrem situações de crise, sejam greves ou problemas sérios de saúde pública, as relações de trabalho precisam ser reavaliadas para aliviar possíveis efeitos negativos. 

Logo, muitas empresas costumam autorizar que os seus profissionais trabalhem de casa, mesmo temendo que o seu desempenho seja afetado.

A questão é que, com o avanço tecnológico, se torna mais fácil fazer a gestão da produtividade das equipes, ainda que a distância. Por parte dos colaboradores, é claro que isso exige mais disciplina e organização. Afinal, nem sempre é algo simples conciliar o trabalho com os afazeres domésticos que podem surgir ao longo do dia.

Neste artigo, você vai entender mais sobre os conceitos de home office e produtividade. Além disso, verá dicas de como fazer com que o seu time se mantenha engajado mesmo trabalhando de casa – ou de qualquer lugar.

Boa leitura!

Como o home office está sendo adotado pelas empresas?

O home office é um método que consiste em trabalhar a distância, fora das dependências do empregador. Esse regime é muito utilizado por profissionais autônomos e freelancers, porém tem se estendido também a pessoas que atuam no regime CLT.

Grandes empresas ao redor do mundo estão vendo no home office uma opção para reduzir os custos com infraestrutura e, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade de vida dos seus colaboradores. Afinal, eles passam a ter mais ter mais autonomia e flexibilidade no trabalho,  além de não precisar se expor ao trânsito caótico das grandes cidades.

Segundo pesquisa realizada pelo Ibope, o número de profissionais atuando de forma remota cresceu muito, especialmente nos últimos anos. Hoje, cerca de 20% dos profissionais brasileiros trabalham nesse formato. Além disso, a estimativa é de que ele cresça 15% ao ano – de acordo com estudo da SAP Consultoria.

Grande parte desse avanço se deve à nova Lei Trabalhista, que oficializou essa modalidade  de trabalho e criou regras claras para empresas e profissionais atuarem em conformidade.

Diversos modelos de negócio estão aderindo ao home office, com destaque para:

  1. Pequenas e médias empresas, como restaurantes, startups de tecnologia da informação e cooperativas menores;
  2. Enterprises, como grandes redes de perfumaria e aluguéis de carros;
  3. Órgãos públicos, como postos de saúde, que podem realizar triagem por telefone.

Com o avanço tecnológico e os trabalhos mais dinâmicos – o que facilita na gestão da produtividade – tem sido possível utilizar a tecnologia como um apoio para o dia a dia das empresas, somando a transparência na relação com o colaborador.

Planilha Gestão de tempo e controle de custos (timesheet)

Dessa forma, os setores mais beneficiados são os de Administração, Marketing e Tecnologia da Informação (TI).

É possível estabelecer uma boa relação entre home office e produtividade?

Essa é uma das principais dúvidas levantadas pelos empregadores. Porém, os dados comprovam que é possível, inclusive, aumentar a produtividade com trabalho home office.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Stanford mostrou que os profissionais que trabalham em casa melhoram a sua performance em 13%. A justificativa para esse incremento, segundo o estudo, é que as pessoas ficam menos doentes, fazem pausas menores ao longo do dia e, ainda, atuam em um ambiente mais silencioso, sem interrupções.

Outro levantamento, agora da IWG, demonstrou que 77% dos brasileiros veem o home office como uma boa opção porque oferece maior qualidade de vida. A possibilidade de equilibrar o trabalho com a vida pessoal também foi apontado como uma vantagem.

Logo, no momento em que o colaborador está mais feliz e satisfeito com a sua rotina, ele consegue se dedicar mais ao trabalho. Consequentemente, home office e produtividade estão interligados. Mas, é preciso que haja uma boa gestão de equipes para que o trabalho remoto funcione.

6 dicas para aliar home office e produtividade desde já

1 – Planeje a pauta diária com o seu time

Normalmente, os profissionais possuem muitas tarefas diárias, o que pode levar ao esquecimento ou à falta de priorização. Logo, é necessário planejar o trabalho que será realizado no dia junto com cada colaborador. 

Para uma gestão estratégica, faça um cronograma, crie uma lista de atribuições e estipule tudo o que deve ser executado no dia. Desta forma, mesmo que você não esteja ao lado deles, saberá o que esperar de cada um.

2 – Defina metas a curto e médio prazo

Para aliar home office e produtividade, é importante que todas as pessoas estejam alinhadas com suas atividades, entregas e prioridades a curto e longo prazo. Por isso, desenvolva um planejamento claro e alcançável para cada colaborador. 

Além de manter a organização, isso faz com que seus profissionais se sintam mais motivados a trabalhar e conquistar seus objetivos.

3 – Estipule datas de entrega para as atividades

Dentro do planejamento de atividades, deixe claro quando cada uma deve ser entregue. Dessa forma, os profissionais conseguem estabelecer prioridades e organizar melhor o seu dia de trabalho.

4 – Promova reuniões por videoconferência

Ver a expressão e as reações da sua equipe é importante, isso porque somente a comunicação escrita pode gerar ruídos e desentendimentos. Existem várias tecnologias que permitem realizar videochamadas e videoconferências individuais ou em grupo, como:

Faça breves reuniões diárias ou semanais para reduzir a distância e permitir que a sua equipe se mantenha alinhada ao contexto da empresa.

5 – Utilize um software para a gestão da equipe 

A tecnologia é essencial para acompanhar a relação entre home office e produtividade. Há diversos softwares de gestão de trabalho que podem ser utilizados. Um deles é o Ahgora Anywhere Office, que facilita o gerenciamento de equipes que estão atuando remotamente. 

Também é interessante usar o Trello para se ter uma visão macro das tarefas a serem realizadas pelos times. O quadro virtual permite definir quem irá trabalhar nos projetos e os prazos de entrega, por exemplo. 

6 – Mantenha a produtividade do time 

Também é possível avaliar a produtividade em home office dos colaboradores através do apontamento das tarefas realizadas. Com o Ahgora Timesheet, o profissional registra todas as atividades entregues durante a jornada de trabalho. Assim, dá para ter uma visão clara da produtividade, em que dá para avaliar o tempo investido pelo colaborador em cada tarefa.

Apesar de home office significar flexibilidade, é importante que empregador e colaborador estabeleçam um acordo sobre a gestão da jornada de trabalho. Utilizar ferramentas que permitam que o profissional bata o ponto de qualquer lugar através de reconhecimento facial estimula a transparência nas relações de trabalho.

É importante, ainda, que o colaborador se responsabilize sobre o seu desempenho no dia a dia e busque melhores hábitos para que isso ocorra. Algumas dicas úteis de como equilibrar home office e produtividade para os profissionais são:

  • Acordar cedo;
  • Manter o foco nas tarefas que estão sendo realizadas;
  • Comprometer-se com as entregas e organizar-se;
  • Evitar o acesso frequente em e-mail e redes sociais particulares;
  • Usar roupa adequada (e não pijama), como se estivesse presente na empresa;
  • Avisar às demais pessoas da casa que está trabalhando;
  • Estipular um horário para acabar o expediente.

A sua empresa já aderiu ao home office, assim como a Ahgora? Caso ainda esteja avaliando a opção porque tem dúvidas sobre home office e produtividade, fique tranquilo!

O nosso ecossistema de produtos facilita a gestão de trabalho dos colaboradores, mesmo a distância. 

Compartilhe