A mineração de dados já é realidade e traz diversos benefícios para as empresas. Essa tendência deve aumentar exponencialmente nos próximos anos, tornando-a indispensável. 

Com ela, é possível examinar bancos de dados para gerar novas informações e descobrir padrões consistentes de forma automatizada. Assim, fornece recursos valiosos para tomar decisões da maneira mais assertiva possível. 

Mas além da gestão de empresas, a ferramenta também pode ser de grande ajuda para os profissionais de RH. Leia este artigo e saiba como!

Mineração de dados: tendência no centro dos processos de gestão

Recentemente, publicamos um artigo que explica tudo sobre o conceito. Nele, você pode conferir como surgiu e funciona, em detalhes, a mineração de dados. Também a diferença entre Data Mining, Data Warehouses e Big Data.  

O fato é que a mineração de dados é uma ferramenta utilizada por várias empresas, o que deve aumentar – e muito – nos próximos anos. A cada dia, cresce a importância das áreas responsáveis pela coleta e análise de informações. 

Isso se dá por conta de duas tendências: a importância dos bancos de dados corporativos e a geração de inteligência. 

Tecnologias de data mining

Segundo um estudo divulgado pela empresa de consultoria Gartner, o volume crescente de dados formados e geridos pelas organizações ainda tem vasto potencial de crescimento. De acordo com a pesquisa, a importância das informações crescerá gradativamente. E, dentro de cinco anos, elas passarão a ser consideradas parte do patrimônio corporativo.

Projeções de especialistas em dados apontam a duplicação de tamanho do universo digital todos os anos. Em 2020, a estimativa é que ele chegue a 44 zettabytes. 

Estes aspectos fazem com que processos de tratamento de dados, tais como a mineração, estejam entre as prioridades de muitos gestores. Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria IDG, 92% dos executivos e gestores de TI pretendem ampliar os investimentos em análise avançada de informações.

Novo cenário, novos profissionais 

Essa faceta da Transformação Digital já chegou ao Recursos Humanos e promete impactar a rotina do setor cada vez mais. Levando isto em conta, um dos pontos a serem observados é a necessidade do recrutamento de novos profissionais. 

Umas das novas profissões sobre as quais os profissionais de RH devem ouvir bastante é o cientista de dados. Trata-se do colaborador que une habilidades de ciência da computação, matemática e observação de tendências, com foco na resolução de problemas complexos.

Uma pesquisa realizada pela líder mundial no recrutamento de executivos, Michael Page, afirma que essa é uma das profissões do futuro. Juntamente com os gestores de negócios em Business Intelligence e Big Data, será o posto mais buscado no segmento de tecnologia da informação nos próximos anos, com salários que podem passar dos R$ 30 mil.  

A mineração de dados no RH: Gestão de pessoas apoiada pelo Data Mining

O Data Mining é uma importante ferramenta para a tomada de decisões de forma assertiva em diversos processos da gestão de pessoas. A extração e categorização de dados podem auxiliar os profissionais de RH a melhorar o desempenho do seu setor, por exemplo.

Isso dado que os dados coletados sejam fiáveis. O cruzamento de dados agrega valor por permitir análises preditivas, gerando conhecimento útil de verdade. Confira os principais benefícios ao utilizar a Inteligência Artificial na análise de dados: 

Diferencial competitivo

Muitas estratégias de diferenciação podem ser desenhadas a partir dos dados obtidos com a mineração. Como ela não se atém ao próprio banco de dados, podem ser apresentados inúmeros cenários comparativos a outros players do mercado. Com o uso da ferramenta, o RH pode ser mais estratégico para o desempenho geral da empresa.   

Tomadas de decisão com mais embasamento

Tomar decisões nos processos ligados à gestão de pessoas de forma mais assertiva é um dos maiores desafios para profissionais do RH. Assim, a capacidade de munir o setor com dados de diferentes abordagens e naturezas é um dos principais benefícios da utilização do data mining como aliado.

Com ele, é possível acompanhar o comportamento e a performance de modo personificado para cada membro da equipe. Além disso, há outros componentes como análises baseadas em informações precisas e correlacionadas com outras fontes de conhecimento.

Também possibilita encontrar e segmentar dados específicos num universo de informações internas ou externas. Cada dado é organizado de acordo com quesitos pré-estabelecidos. Isso faz com que haja um maior embasamento em qualquer análise. Mais do que isso, esse conhecimento é apresentado dentro das prioridades para cada cenário. 

Além disso, a mineração de dados pode ajudar de várias formas a projeção de tendências de mercado. Mas, de forma geral, a sua capacidade de encontrar padrões consistentes e transformar dados não estruturados em informação útil oferece a matéria-prima qualificada para análises e previsões. 

Employee Value Proposition atraia e retenha talentos

Recrutamento & Seleção

É um dos processos de RH com maior potencial de transformação relativo à mineração de dados. Ela possibilita reunir quase todas as informações disponíveis sobre uma pessoa, em fontes online diversas. E o melhor: utiliza critérios estabelecidos para que somente os dados relevantes sejam compilados. 

Dessa forma, o processo seletivo se torna mais inteligente, relevante e preciso. Além de resolver um problema do setor, é uma ótima forma de ganhar importância estratégica no contexto da empresa. Pois quanto maior a precisão da contratação, menor é a rotatividade. Consequentemente, isso diminui as despesas com demissão e aumenta a produtividade. 

Controle de assiduidade

Junto com outras tecnologias, como controle de ponto eletrônico, o data mining torna menos burocrático o controle de presença durante a jornada de trabalho. Entretanto, é possível ir além, antecipando tendências relativas ao comportamento e evitando problemas futuros. 

Transparência e clareza na avaliação e nos feedbacks

O sistema de mineração de dados possibilita à lideranças medir de forma mais consistente o desempenho de todos os seus colaboradores, por meio de gráficos e análises. Um reflexo direto é a chance de intervir em curvas de performance dos profissionais. 

Assim, as avaliações e os feedbacks deixam de ser baseados apenas em impressões e são apoiados por uma série de dados. O colaborador começa a perceber o processo como claro e transparente, dissociado de aspectos emocionais. 

Neste artigo, abordamos a mineração de dados como um diferencial na gestão de pessoas. Afinal, decisões assertivas e gestão estratégica eficaz são aspectos fundamentais para o crescimento de qualquer negócio.Deseja ler mais sobre como desenvolver um setor estratégico de verdade? Confira nosso eBook sobre People Analytics. E não esqueça de conhecer o Ahgora Live, uma ferramenta completa para obter os melhores indicadores de RH.

Compartilhe