Muitos profissionais que estão no mercado têm dúvidas sobre salários de RH e benefícios da área. Também é comum para os jovens que pensam em investir na profissão, questões sobre as possibilidades de plano de carreira.

É por isso que, neste artigo, você confere um guia prático de salários de RH para ficar em dia com esses valores.

Salários de RH: o momento é favorável

Felizmente, a maioria das empresas despertou há algum tempo para o papel estratégico que os profissionais de RH desempenham. Isso faz com que esses trabalhadores sejam valorizados e ganhem um espaço cada vez maior no mercado. Impulsionando, assim, a área de RH.

Nesse sentido, uma pesquisa elaborada pela consultoria Robert Half afirmou que, mesmo em momentos de prudência na economia, a média salarial cresce gradativamente. 

Com o recente aumento da confiança, as áreas de Recrutamento & Seleção e Treinamento & Desenvolvimento Organizacional são ainda mais valorizadas. Isso se deve ao fato das empresas verem a formação de lideranças e capacitação das equipes como planejamento a médio e longo prazo.

Ganham destaque as posições mais estratégicas, capazes de agregar valor e aumentar o desempenho do negócio. Um bom exemplo são o Business Partner e o gerente de RH.

Perfis e habilidades impactam remuneração e benefícios

O momento é propício e elevou tanto a busca por profissionais de RH quanto às faixas de cargos e salários. No entanto, proporcionalmente a folha salarial, aumentou o grau de exigência quanto ao conhecimento, às habilidades e à experiência dos profissionais. Um bom planejamento de carreira passa, de qualquer modo, pelo investimento em formação.

Segundo pesquisas, o perfil mais desejado é de um profissional com especialização na sua área específica. Mas também com habilidades e conhecimento para se adaptar às diversas demandas do setor.

Entre as habilidades demandas, estão: capacidades multitarefa, foco no negócio, papel estratégico e senso de dono. Fluência em uma segunda língua costuma ser pré-requisito, mas a capacidade de lidar com pessoas continua sendo fundamental.

Trilha de carreira dos profissionais de RH

A média de tempo da ascensão entre um analista de RH e um coordenador do setor é de 2 anos e seis meses. O passo seguinte, a promoção para ser gerente de RH, acontece, em média, em 3 anos e dois meses. Esse é um dos dados fornecidos pela Catho. Confira outros tópicos interessantes:

CargoPerfilEstados com melhores saláriosRamos com melhores remunerações
Assistente de RH89% têm Graduação
38% têm Graduação em Psicologia
18% têm Inglês Intermediário
Bahia
São Paulo
Santa Catarina
Indústrias
Turismo/ Hotelaria
Outros
Analista de RH28% têm Pós-graduação
53% têm Graduação em Psicologia
29% têm Inglês Intermediário
Distrito Federal
São Paulo
Pará
Diversão/Entreteniment
Mineração
Plásticos
Coordenador de RH 26% têm MBA
37% têm Graduação em Psicologia
36% têm Inglês Intermediário
Santa Catarina
Goiás
São Paulo
Telecomunicações
Indústrias
Metalúrgica/Siderúrgica
Gerente de RH30% têm MBA
39% têm Graduação em Psicologia
37% têm Inglês Intermediário
Pernambuco
São Paulo
Rio de Janeiro
Indústrias
Automotivo
Administração e Participação

As faixas salariais para diretor de RH são estimadas de maneira diferente. A compensação e remuneração é, normalmente, dependente dos resultados financeiros alcançados pela empresa. Além do salário, a remuneração variável ou participação no quadro acionário faz diferença.

Confira a remuneração média no Brasil

Leia abaixo os salários médios nacionais, de acordo com pesquisas realizadas por empresas de recrutamento. A relação considera a variação entre diferentes áreas e o porte das empresas.

RH GeneralistaAssistente: R$ 1.776,18
Gerente de Contratos: P/M – R$ 7.500, G – R$ 8.500
Coordenador / Especialista de Recursos: P/M – R$ 10.500, G – R$ 13.800
Gerente de Recursos Humanos: P/M R$ 18.000, G- R$ 26.000
Diretor de Recursos Humanos: P/M – R$ 35.000, G – R$ 55.000
Remuneração e BenefíciosAnalista: P/M – R$ 7.500, G – R$ 8.500
Coordenador / Especialista: P/M R$ 10.500, G – R$ 14.500
Gerente: P/M – R$ 16.000, G – R$ 22.000
Treinamento e Desenvolvimento / Recrutamento e SeleçãoAnalista: P/M – R$ 6.500, G – R$ 9.000
Coordenador/Especialista: P/M – R$ 10.000, G – R$ 13.000
Gerente: P/M – R$ 16.000, G R$ – R$ 23.000
Administração de PessoalAnalista: P/M – R$ 6.600, G – R$ 8.000
Coordenador/Especialista: P/M R$ 8.000, G – R$ 13.000
Gerente: P/M – R$ 13.000, G R$ – R$ 20.000
Business PartnerAnalista: P/M – R$ 7.300, G – R$ 8.800
Coordenador/Especialista: P/M R$ 10.000, G – R$ 14.500
Gerente: – R$ 26.500

Neste estudo, os conceitos de porte dos negócios foram obtidos a partir dos dados de faturamento. Até R$ 500 milhões é considerada pequena ou média. E, a partir disso, uma empresa de grande porte.

Não esqueça! Essa é uma média de remuneração obtida a partir de pesquisa em empresas de todo o país. Cada região e negócio oferece condições de acordo com o próprio contexto.

Deseja saber como estruturar um setor de RH? Confira esse passo a passo!

Compartilhe