Existem diversas regulamentações que tratam sobre a relação entre colaboradores e empresas, via Consolidação das Leis do Trabalho. Uma delas é referente a necessidade das marcações de ponto, com o objetivo de confirmar que o colaborador esteve presente. Mas, e o que acontece no caso de batidas ímpares?

Quando isso acontece quer dizer que o profissional não registrou a sua presença conforme deveria. Existem diversos motivos que podem levar a uma situação dessas, como a pressa para ir embora no fim do expediente, esquecimento ou mesmo falta de vontade. Por isso, é essencial que os gestores saibam lidar com essa situação.

Reunimos as principais informações sobre o assunto, para que você possa entender o que representam as batidas ímpares. Afinal, nenhuma empresa está livre dessa condição e a coisa pode ficar ainda mais delicada quando alguém é reincidente. Quer saber mais sobre o assunto? Confira todos os detalhes a partir de agora!

Entenda a importância do registro de ponto

O registro de ponto é algo previsto na legislação trabalhista e que deve acontecer em todas as empresas que possuem 20 colaboradores ou mais. Contudo, recomendamos que negócios com mais de 10 profissionais já contem com as batidas. Afinal, é algo que traz mais segurança para todos os envolvidos no processo laboral.

É algo que pode ser feito de múltiplas maneiras, seja com as anotações em um livro ponto ou então com um software com tecnologia de ponta. O importante é que sejam feitas anotações todos os dias, para impedir que ocorram processos trabalhistas. Dessa forma, os dados da jornada ficam registrados.

As marcações passam a ser ainda mais importantes para as grandes empresas, como as varejistas. Neste caso, um software de ponto é capaz de transmitir informações em tempo real, mesmo que as batidas sejam feitas em unidades instaladas em estados diferentes. Assim, os gestores conseguem acompanhar os dados na palma da mão.

Portanto, não apenas para seguir o que manda a legislação trabalhista, mas também para evitar prejuízos, contar com essa ferramenta é algo essencial. Porque quando colaboradores começam a faltar demais e não dão justificativas, podem ser punidos com perdas de dias nas férias, por exemplo.

O que são batidas ímpares?

Quando o assunto é batida de ponto, o ideal é que elas sejam feitas em pares. Então, assim que o colaborador inicia a sua jornada laboral na empresa, deve fazer a marcação. Assim como no momento em que o expediente é encerrado, também deve fazer o registro confirmando o evento.

Considerando a existência de um software de registro de ponto no seu negócio, essas marcações de ponto são importantes para calcular as horas extras. Por exemplo, se está registrado no sistema que a jornada do profissional será entre 8h e 16h, as atividades feitas após o encerramento já serão calculadas como extra.

Mas, quando o colaborador deixa de marcar o seu horário de chegada ou de saída, surge uma inconsistência. Além disso, a regulamentação determina que não podem ser feitos ajustes depois, a marcação precisa ser no dia. Portanto, quando apenas uma marcação é feita, surge uma batida ímpar.

Além disso, é possível que o trabalhador já tenha cumprido a sua jornada, e volta para a empresa no mesmo dia, para alguma exceção. E caso ele marque na chegada e esqueça de fazer o registro na saída, também será considerada ímpar. Aqui entra o caso da hora extra, onde o colaborador pode ser prejudicado por esquecer.

O colaborador que teve batidas ímpares pode ganhar falta?

Em nenhum ponto da Portaria 373 ou da Portaria 1.510 fala sobre batidas ímpares. Elas regulamentam o uso de relógio eletrônico e software de ponto para a gestão de jornadas, aliás, a CLT também não apresenta nada sobre isso. Desse modo, o ideal é que seja feita uma avaliação de cada caso, e que o colaborador seja informado sobre a questão.

O Pontoweb considera falta quando um colaborador possui batidas ímpares. Portanto, são considerados presentes apenas os profissionais que marcarem na hora da chegada e na hora da saída na empresa. Assim, caso esqueça de registrar um deles, o sistema considera como falta.

É importante destacar que seguindo as recomendações da Secretaria do Trabalho, o software não permite registros automáticos de batida. A ferramenta foi desenvolvida para não apresentar inconsistência, então no caso de apenas uma batida durante o dia laboral, o colaborador ficará com uma falta.

O Pontoweb apresenta detalhes das horas previstas, faltas, atrasos, horas extras e saldo do período apurado. Além disso, caso existam batidas sem seus pares, não tratadas, ele emite um alerta e deixa o dia em questão com um destaque vermelho. Isso acontece durante a aprovação do espelho de ponto.

As batidas ímpares podem ser conferidas por meio do aplicativo Ahgora Leader, que facilita a gestão da empresa e possibilita que os líderes de setores tenham um novo papel. Porque é melhor fazer essa avaliação já no momento em que acontece do que no fechamento da folha. Além disso, é um app que entrega outras funções como a avaliação de horas positivas ou negativas.

Como lidar com as batidas ímpares?

Com o Pontoweb é possível evitar as batidas ímpares ou pelo menos avaliar colaboradores que estão esquecendo de fazer os registros. Afinal, ele permite que sejam agendados relatórios com as batidas sem pares, faltas, atrasos e ainda horas extras. Ou seja, os gestores conseguem perceber esse problema antes que seja tarde.

As batidas de ponto são essenciais para a gestão de um negócio, permitindo identificar se os profissionais realmente estão cumprindo suas obrigações. Contudo, quando um colaborador começa a deixar batidas ímpares, isso pode causar um incômodo. Em primeiro lugar, é importante conversar com o trabalhador.

O ideal é que o departamento de Recursos Humanos informe para o profissional qual é a importância dessa atitude. Entretanto, se isso não for o suficiente, o ideal é que sejam três advertências e em seguida duas suspensões. Caso isso não seja o suficiente, o colaborador poderá ser desligado por justa causa.

Como resolver as batidas sem pares?

A melhor maneira de resolver a questão das batidas sem pares é contando com um software de ponto eletrônico. Porque apenas a presença de um relógio físico, que não transforma as informações em dados digitais, não adianta. Aliás, as marcações em folha ponto podem contribuir com esse esquecimento.

Por exemplo, o Pontoweb informa assim que ela aconteceu, fazendo com que o colaborador tenha ficado sem presença em determinado dia. No dia seguinte, o responsável pelo setor ou o RH deverá conversar com o profissional. Desse modo, poderá fazer uma justificativa, informando que esqueceu de sua batida.

Entretanto, uma empresa que ainda possui sistemas arcaicos para o registro de ponto pode ser prejudicada neste momento. Ou melhor, os colaboradores dessa empresa, que podem ter cumprido a jornada, mas não puderam ou esqueceram de fazer o registro. Conheça o Pontoweb e solucione essa questão!

Compartilhe

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *